19.8.13

um trabalho contínuo

Olá, Monologers!

     Eu não referi, mas eu passei na primeira fase das provas de acesso para a Escola Superior Teatro e Cinema! Já havia feito 3 posts que referem a minha enorme vontade de entrar para esta escola, podem consultá-los aqui : objetivos | ensino superior | um pingo de esperança num pingo de feriado
   
       As primeiras provas tiveram lugar no dia 17 e 18 de Julho.

Realizei as seguintes provas:
- Corpo
- Voz
- Imaginação e Improvisação
- Entrevista e Cultura Geral

     As provas foram rigorosas, o que deixou bem claro que para entrar nesta Escola, é necessário força e persistência! Aprendi muito nestes dois dias, senti-me muito bem porque felizmente estava a sentir que estou finalmente a trabalhar para o meu próximo objetivo!

     Nestes últimos dias, para além de estar de férias, tenho dedicado alguns dos meus dias para ensaiar para a fase seguinte, a fase da seleção, que irá ocorrer no início do mês de Setembro.  Só de saber que as datas se estão a aproximar e que o grau de dificuldade é superior ao da fase anterior, é um pouco assustador! Mas a vontade e a dedicação é tanta, que tenho que continuar com a mesma força e nunca baixar a cabeça.

     O mais engraçado é que deveria aproveitar aqueles dias em que estou em modo “férias”, mas acabo sempre por pensar em teatro, peças para ver, livros para ler e acabo por nunca fazer algo de muito diferente… Eu cheguei há pouco tempo à conclusão que neste Mundo é tudo muito complicado, que estamos todos em constante disputa, e que por mais que não queiramos entrar nessa corrida, acabamos todos por ser um dos participantes! E quando sentimos que devemos descansar e desligar, a nossa própria mente leva-nos novamente para essa corrida, nem sempre com o intuito de ganhar, mas sim com a vontade de acabar esta atividade que é a vida, com um bom resultado.

     No último dia de provas referentes à primeira fase, um dos professores disse-me uma coisa que me marcou muito:

"O teatro é como um ser humano. Temos que o alimentar constantemente, fazer com que beba água, vesti-lo e calça-lo, e por fim transmitir ideias de vida para que ele possa crescer de forma correta. É uma Arte viva!"

     Depois disto eu pensei: Bem, como é possível eu não me conseguir desligar desta arte? Por vezes quero, mas não consigo e porquê? … Sim, obtive a minha resposta.

     Deixo-vos algumas fotografias do segundo dia da prova e destes dias de ensaios. Peço desculpa mais uma vez pela qualidade devido ao facto de não ter máquina.
 “O ser humano chamado teatro” CirilaBossuet.
Com um beijinho repleto de Arte, Cirila Bossuet.

Post name: continuous work
Monologers, Hello!
     I have not mentioned, but I spent the first phase of the proofs of access for Theatre and Film School! Had already made three posts that relate to my eagerness to get to this school, they can refer them here: goals | higher education | a shred of hope in an ounce of holiday
     The first tests took place on 17 and 18 July.
I performed the following tests:
- Body
- Voice
- Imagination and Improvisation
- Interview and Culture General
     The tests were accurate, which made ​​it clear that to get into this school, you need strength and persistence! I learned a lot in these two days, I felt very well because luckily I was feeling that I'm finally working to my next goal!
In recent days, in addition to being on vacation, I've spent some of my days to rehearse for the next phase, the selection phase, which will occur at the beginning of September. Just knowing that the dates are approaching and that the degree of difficulty is higher than the previous stage, it is a bit scary! But the will and dedication is such that I have to continue with the same force and never lower his head.
     The funny thing is that it should enjoy those days when I am in "vacation", but I always end up thinking about theater pieces to see, books to read and I end up never doing something very different ... I long ago came to the conclusion that this world is all very complicated, we are all in constant dispute, and that as we do not want to enter that race, all just by being a participant! And when we feel that we should rest and off, our own mind leads us back to this race, not always with the intention of winning, but with the will to end this activity that is life with a good result.
     On the last day of evidence relating to the first phase, one of the teachers told me one thing that impressed me:
"The theater is like a human being. We have to constantly feed, then drink water, dress him and pants him, and finally convey ideas of life so that it can grow properly. It is a living art!"
     After that I thought: Well, how can I not get me off of this art? Sometimes I do, but I can not, and why? Yes ..., I got my answer.
     I leave you some pictures from the second day of trial and testing these days. I apologize once again for the quality due to the fact that no machine.
(the photos are up)
"The human being called theater." CirilaBossuet.
With a kiss full of Art, Cirila Bossuet.