13.11.13

mdoi: words of witness | my afghanistan

Olá, Monologers!

     Primeiro: “mdoi” siginifica “Maratona da Observação I”! Vou colocar esta sigla para identificar os posts pertencentes a esta coisa que eu criei. Aproveito também para dizer que adicionei mais um acontecimento na Agenda, é relacionado com a faculdade mas também será uma experiência que irá gerar com certeza aprendizagens, podem consulta-lo no post passado : maratona da observação I

     Ontem dirigi-me até ao Cinema São Jorge para assistir aos documentários “Words of Witness” e “My Afghanistan”. O primeiro documentário, “Words of Witness” (Palavras de testemunhas) realizado por Mai Iskander, retrata a revolução do povo no Egito antes e após à demissão de Hosni Mubarak, um homem que governou Egito durante trinta anos. O povo mostrou muita insatisfação e decidiu fazer grandes revoluções, quando este pediu demissão, Egito ficou a cargo das forças militares que no início mostraram-se do lado do povo e de seguida, a situação inverteu-se, começou a existir uma espécie de “regime militar” que ia contra os manifestantes de forma violenta, o que também não foi aceite pelo povo. Este documentário contém este nome porque foi criado a partir da história de uma rapariga Egípcia de 22 anos que é jornalista e que presenciou toda esta revolução a partir do povo, e ela através do seu trabalho conseguiu escrever muitos artigos através de recolhas de informações de testemunhas que também se encontravam no local, ou seja, ela apesar de presenciar quase tudo, recorre também ao resto do povo para criar o seu trabalho. O que me assusta é que este documentário é muito recente, são coisas que se passam do outro lado do Mundo enquanto nós comemos, vemos televisão, divertimo-nos, dizemos que a vida é “madrasta” e temos aquilo que eles mais querem : liberdade!

     O segundo documentário, “My Afghanistan” (Meu Afeganistão), realizado por Nagieb Khaja, é um documentário muito bem feito porque o realizador tem a brilhante ideia de fazer com que os próprios Afegãos filmem o seu dia-a-dia, até porque o objetivo é revelar a vida do povo no Afeganistão. Para isso, o realizador distribui camaras a um numero de pessoas, pessoas com diferentes profissões para que tenhamos uma noção mais diversificada do que é a vida neste país! Uma das coisas que está bem presente em todas as “vidas” das diferentes pessoas, é o medo dos ataques dos americanos e chocou-me muito ver as imagens das crianças deitadas ou agachadas no chão a ouvir os tiros e as bombas a explodirem! Todos os dias existem mortos devido aos ataques, a vida de todos está em risco e muitos foram obrigados a deixarem as suas casas, os suas plantações que eles tanto adoram, para que as casas se tornem locais de estratégicos para os ataques aos americanos. É tudo muito diferente, oiço falar em guerra muitas vezes mas não consigo imaginar na minha cabeça pessoas a serem mortas, famílias que vivem aterrorizadas com estes acontecimentos, crianças que nem sequer podem frequentar a escola! É muito assustador!
PS- Amanhã à noite eu vou colocar mais fotografias
        Estes documentários parecem que não têm nada a ver com o teatro ou mesmo as Artes, mas para mim até a coisa mais “fora” do assunto, se pode encaixar no assunto. Eu sei que as coisas que eu tenho são para ser valorizadas, e que muitas jovens da minha idade gostariam de ter 10% daquilo que eu tenho, gostariam de frequentar a escola e andar na rua sem se preocuparem se estão a pisar uma mina ou não. Agradeço a deus por tudo aquilo que tenho, e por mim e pelos que não conseguem realizar os seus sonhos, eu não vou desistir e vou-me esforçar para que não desperdice a sorte que eu tenho, pois seria uma falta de respeito a outros que nada têm.

Empenha-te pelo copo de leite que tens no frigorifico.” CirilaBossuet


Com um beijinho repleto de Arte, Cirila Bossuet

Name of the post: moi: words of witness | my afghanistan
Monologers, Hello!
     First: "moi" simply means "Marathon observation I"! I'll put this acronym to identify the posts belonging to this thing I created. I take the opportunity to say that I added another event to Calendar, is related to college but will also be an experience that will surely generate learning can query it in the last post: marathon observation I.
    Yesterday I went to the Cinema São Jorge to watch the documentary " Words of Witness" and "My Afghanistan " . The first documentary , " Words of Witness", directed by Mai Iskander , portrays the people's revolution in Egypt before and after the resignation of Hosni Mubarak , a man who ruled Egypt for thirty years. The people showed great dissatisfaction and decided to make major breakthroughs, when he resigned , Egypt was in charge of the military forces who earlier showed up on the side of the people and then the situation was reversed , he began to be a sort of " military regime " that went against the protesters violently , which was not accepted by the people . This documentary contains this name because it was created from the story of an Egyptian girl of 22 who is a journalist who witnessed all this revolution from the people, and through her work she was able to write many articles through collections of information from witnesses who also were in place, ie , although she witnessed almost everything , also uses the rest of the people to create their work . What scares me is that this documentary is very recent , are things that happen on the other side of the world while we eat , we watch television , we have fun , we say that life is " stepmother " and we have what they want most : freedom !
    The second documentary , " My Afghanistan ", directed by Nagieb Khaja , a documentary is very well done because the director has the brilliant idea to make the Afghans themselves to film their routine , because the goal is to reveal the people's lives in Afghanistan . To this, the director distributes cameras to a number of people , people with different professions so that we have a notion is more diverse than life in this country ! One of the things that is very present throughout the " life " of different people, it is the fear of attacks by Americans and shocked me too see pictures of the children lying or squatting on the floor listening to gunfire and bombs exploding ! Every day there are dead because of the attacks , everyone's life is at risk and many were forced to leave their homes, their crops that they love so much , so that houses become places of strategic attacks on Americans . It's all very different, I hear speak of war many times but I can not imagine in my mind people being killed , terrorized families living with these events , children can not even attend school ! It is very scary !
("Be realistic , do the impossible")
PS- Tomorrow night I'll get more photos
    These documentaries seem to have nothing to do with the theater or the arts , but to me the thing even more "out " of the subject , can engage in the subject . I know that the things I have are to be valued , and that many young people of my age would love to have 10 % of what I have, would like to go to school and walk down the street without worrying if they are stepped on a mine or not . I thank God for everything I have, and for me and you can not achieve your dreams , I will not give up and I 'll try not to waste the chance that I have, it would be a lack of respect to others who have nothing .
" Strive for the glass of milk you have in the fridge . " CirilaBossuet
With a kiss full of Art , Cirila Bossuet