6.12.13

mdoi: um inimigo do povo

Olá, Monologers!

    Supostamente iria ver “As Centenárias” de Newton, encenada por Natália Luiza no Teatro Meridional, mas como foi um domingo eu optei por um local mais perto para mim, visto que no dia a seguir teria de me levantar cedo para ir para a escola. Optei então pelo Teatro da Comuna. 
     “Um Inimigo do Povo”, é o nome do espetáculo que fui ver no dia 17 de Novembro. É uma peça de Henrik Ibsen, encenada por Álvaro Correia e interpretada por Álvaro Correia, Alexandre Lopes, Ana Lúcia Palminha, Carlos Paulo, Eduardo Breda, Hugo Franco, João Vicente, Frederico Barata e Rita Cabaço. 
     Se tivesse que dizer em poucas palavras sobre esta peça, eu diria: 
    O povo é uma espécie de máquina liderada pelo Poder. O Poder toma as decisões, que os favorecem, e lembra-se vagamente da existência do Povo, prejudicando-o constantemente. Infelizmente, a sociedade é assim, eles têm e nós pouco temos. 
    E mais não digo porque esta peça ainda está em exibição até dia 22 de Dezembro! Existiu um espetáculo que me levou a querer invadir o palco e simplesmente representar, chama-se “Coração de Basalto” de Celso Cruz, esta peça levou-me a querer fazê-lo novamente. A forma tão realista como é interpretada fascinou-me, o texto é muito bem construído e as personagens são interpretadas pelo atores com muita entrega e intensidade. Deixou-me presa do início ao fim! Agradeço o facto de ter assistido a este espetáculo!

     Como eu referi, ainda há oportunidade de assistirem a esse espetáculo, deixo-vos aqui o link do Teatro Comuna de Pesquisa para mais inf: www.comunateatropesquisa.pt

     E encerro esta primeira maratona da observação, espero que tenham gostado tanto como eu, pois fiz aquilo que quero fazer durante toda a minha vida: Aprender, aprender, aprender (…) 

“Os microfones do Poder são mais audíveis que a voz do Povo.” CirilaBossuet
Com um beijinho repleto de Arte, Cirila Bossuet.

Post name : moi : an enemy of the people
Monologers, Hello!
    Supposedly would see "The Centenary" of Newton Moreno, staged by Natalia Luiza in Southern Theater, but as it was a Sunday I opted for a location closer to me, since then the day would have to get up early to go to school . So I opted for the Commune Theatre Research.
     "An Enemy of the People" is the name of the show I went to see on the 17th of November. It's a play by Henrik Ibsen, directed by Alvaro Correia and interpreted by Alvaro Correia, Alexandre Lopes, Ana Lucia Palminha, Carlos Paulo, Eduardo Breda, Hugo Franco, John Vincent, Frederico Barata and Rita Cabaço.
    If I had to say a few words about this piece, I would say:                
The people are led by a kind of machine power. The Power makes decisions that favor, and vaguely remembers the existence of the people, damaging it constantly. Unfortunately, society is so they have a lot and we have nothing.
    And I say no more because this part is still on display until December 22! There was a spectacle that led me to want to invade the stage and simply represent, called "Heart of Basalt" of Celso Cruz, this piece led me to want to do it again. As such it is interpreted realistically fascinated me, the text is very well constructed and the characters are interpreted by actors with great delivery and intensity. Left me stuck from start to finish! I appreciate the fact that I have watched this show!
    As I mentioned, there is still opportunity to attend this show, I leave you here the link of the Commune Theatre Search for more inf : www.comunateatropesquisa.pt
   And I close this first marathon observation, hope you enjoyed it as much as I did that because I want to do throughout my life : Learn, learn , learn ( ... )
Previous posts about the Marathon: marathon observation | moi: words of witness | my afghanistan | moi: Name of the post : the liar | my dinner with andre | moi : blast ! | waiting for godot   
"The Power of the microphones are louder than the voice of the People." CirilaBossuet
 
With a kiss full of Art , Cirila Bossuet.